Dois currículos iguais e só um conseguiu a entrevista. Descubra o motivo.

Como pensam e agem pessoas de sucesso?
24/07/2015
EIS POR QUE RONDA ROUSEY É UM DOS MAIORES FENÔMENOS DA HISTÓRIA DO MMA
05/08/2015

racismo

Uma campanha criada pela Brave New Films tem gerado polêmica nos Estados Unidos, por apresentar alguns dos principais dados que demonstram que o racismo nunca acabou e que vivemos hoje em uma sociedade tão ou ainda mais racista do que há alguns anos atrás.

Com o título O racismo é real, a empresa que tem a promessa de gerar mídia que cause impacto e frequentemente se envolve em causas sociais, expõe alguns dados do racismo institucionalizado nos Estados Unidos, tais como:

  • Um currículo com as mesmas informações e apenas com o nome diferente, sendo um nome mais comum entre a população negra, tem 50% menos chance de ser chamado para a entrevista de emprego;
  • O mesmo carro custa em média US$ 700,00 a mais, se o comprador ou compradora for uma pessoa negra;
  • Motoristas negros têm duas vezes mais chance de serem parados pela polícia;
  • A população negra está quatro vezes mais propensa a ser detida pela polícia fumando maconha, ainda que os estudos apontem que o consumo é a mesmo entre negros e brancos;
  • O número de negros nas prisões é quase seis vezes a mais do que o número de brancos.

SE ISSO NÃO É RACISMO, ENTÃO O QUE É?

É com este slogan que a campanha contra o racismo vem ganhando repercussão mundial e sendo mais um instrumento no debate de formação de uma sociedade cada vez menos racista.

Mostrando como o preconceito está explícito nas microrrelações diárias e como ele vem afetando a vida de uma população inteira, o vídeo busca colocar o dedo na ferida e, acreditando que a conscientização é a base para a mudança, a campanha da Brve New Films faz um chamado ao fim do racismo em todos os âmbitos sociais.

POR UMA SOCIEDADE LIVRE DO RACISMO, CONFIRA O VÍDEO NA ÍNTEGRA ABAIXO

Fonte