Por que nenhuma empresa te chama para uma entrevista?

Você não sabe, mas seu dia já tem 32 horas
20/07/2016
A Netflix não para de se superar… olha esta ação com a… XUXA!
04/08/2016

Todos nós sabemos sobre a situação do desemprego em nosso país, o que aumentou muito a quantidade de pessoas em busca de um novo emprego, bem como os relatos de pessoas que já mandaram centenas de currículos e não foram chamados para uma única entrevista. Mas apesar da crise, ainda existem muitas oportunidades, o mundo não para. Então, porque essas pessoas não recebem um único contato de uma empresa?

Quem acredita que procurar emprego é apenas disparar currículos, está desperdiçando tempo!

A resposta para grande parte dos casos é simples: falta preparo. Até para procurar emprego tem que ter preparo. E não estou falando do nível de formação ou de experiência. Se preparar para procurar emprego é saber se tornar um vendedor de si mesmo. Para tentar explicar o que eu quero dizer vou contar uma breve história.

Um dia recebi um e-mail de um indivíduo. Digo indivíduo porque não tinha o nome dele no e-mail, o endereço era daqueles que não te dão nenhuma pista e no campo “Assunto” estava escrito apenas “currículo”. Só isso já era motivo para eu deletar o e-mail sem antes lê-lo. Mas naquele dia provavelmente eu deveria estar com paciência e tempo sobrando… e resolvi pelo menos ler a mensagem. Mas no corpo do e-mail estava escrito somente isto: “Prezados, tenho total disponibilidade e imediata para atuar em qualquer região do Brasil.” Mais nada.

Incrédulo, rolei a tela do e-mail para ver se tinha mais alguma coisa e nada, apenas um anexo intitulado “currículo eng. civil”. Aparentemente era um engenheiro civil tentando divulgar seu currículo. Aí eu dei uma rápida espiada no campo “destinatário” do e-mail e constatei que não havia apenas o meu endereço, mas também o de dezenas de outras pessoas! Ou seja, o indivíduo estava claramente enviando currículos para todo o lado, sem critério algum, o famigerado SPAM de currículo. A estratégia do “se colar colou!”. O e-mail era tão tosco que eu fiz questão de abrir e ler o currículo para saber quem era aquele indivíduo.

E sem ficar surpreso, de cara eu percebi o desastre. Um currículo com seis páginas (sim, seis!!!), mal formatado, sem um resumo, cheio de dados pessoais desnecessários e para completar: uma foto tipo “selfie” quase ocupando a primeira página inteira. Resultado: não li nem as primeiras linhas do currículo. Mandei direto para a lixeira.

Agora, analisando essa história, o que esse indivíduo fez de errado? Ele errou na identificação dele próprio, na comunicação, na divulgação, na forma de abordagem, na apresentação, ele errou em tudo que se podia errar e fez isso com maestria! Parece brincadeira, mas a maioria dos currículos que recebo são apresentados dessa forma ou até piores. E aí pode mandar quantos currículos quiser que o resultado vai ser o mesmo: lixeira.

Quem faz sempre da mesma forma, irá colher sempre os mesmos resultados!

Entenda que se você enviou uma grande quantidade de currículos e não recebeu nem sinal de fumaça, alguma coisa está errada com a sua estratégia, ou não adotou estratégia alguma. E não adianta ficar com “mimimi” procurando um culpado pela sua situação. Você tem que admitir para você mesmo que não sabe como fazer e procurar aprender como fazer. É como em uma luta de boxe. Foco, estratégia e preparação são tudo, ou você vai entrar no ringue para tomar porrada de graça!

Foco no objetivo!

Foco no objetivo!

Primeiro comece tendo FOCO. Não tem como elaborar uma estratégia se você não tiver foco. E para ter foco você precisa ter um objetivo profissional claro e bem definido, ou seja, você precisa saber o que quer. Isso não é ter foco: “Quero atuar como programador.” Isso é ter foco: “Quero atuar como programador sênior de aplicativos para celulares para plataformas Android e iOS, com preferência por empresas da região de Campinas e que paguem ao menos R$30,00/hora.”

Após declarar seu objetivo comece a trabalhar sua ATRATIVIDADE. Mas para ser atrativo, antes você precisa entender o que atrai o mercado para poder elaborar o seu material de divulgação alinhado às expectativas dele. E ser atrativo não depende só de bom conteúdo. Depende também de quão rápido você consegue explicitar esse conteúdo. Muitas vezes os recrutadores de uma empresa recebem milhares de currículos por vaga e não tem tempo hábil para ler todos os currículos. Pense que de cada 1000 currículos que eles recebem para uma vaga eles vão escolher apenas 10 para ler na íntegra. É por isso que uma carta ou um e-mail com uma boa apresentação, e também um bom resumo sobre você nas primeiras linhas de seu currículo fazem a diferença para fisgar a atenção dos recrutadores e colocar seu currículo na lista dos que serão lidos. E procure saber como elaborar um currículo decente e alinhado com os requisitos da vaga ou todo esse esforço terá sido em vão.

Seu perfil profissional ou sua carta de  presentação devem ser como uma minissaia: não mostra tudo, mas o bastante para chamar a atenção! 

Seu perfil profissional ou sua carta de  presentação devem ser como uma minissaia: não mostra tudo, mas o bastante para chamar a atenção! 

E por fim, não adianta fazer tudo isso se você não existir para o mercado. Como irão contratar você sem saber que você existe? Com exceção da situação em que você envia um currículo para uma vaga em aberto, você precisa estar visível para quem está procurando por um profissional como você. Isso é VISIBILIDADE.

Apareça!

Apareça!

 

Para isso invista em um bom perfil nas redes sociais profissionais como o LinkedIn. Se cadastre nos sites das empresas nas quais está focando e também em sites confiáveis que divulgam vagas de emprego. E o mais importante: procure conhecer e manter contato com outros profissionais de sua área de atuação que poderiam te indicar para uma possível oportunidade. Em muitos casos, uma indicação coloca você na frente de muitos candidatos.

E você achou que procurar emprego era só enviar currículo? Como eu disse, tem que ter preparo! Mas trabalhando esses três aspectos que mostrei com certeza você verá sua situação na busca por um emprego começar a mudar para melhor. Não cabe tudo o que você precisa saber em apenas um artigo mas espero que nesse primeiro eu possa ter ao menos motivado você a começar a fazer a coisa certa.

 

*****

Bruno Angelo é engenheiro especializado em gerenciamento de projetos. Já esteve na pele tanto do candidato quanto do recrutador e já recrutou e selecionou mais de 200 profissionais para os projetos em que atuou ao longo dos seus 10 anos de carreira.

 Gostou do artigo? Curta e deixe um comentário. Ou entre em contato: brunoangelo.artigos@gmail.com.