RECOLOCAÇÃO | Não seja ridículo!

As 13 perguntas mais clássicas de entrevista de emprego
19/08/2011
Como se destacar no LinkedIn
01/09/2011

RECOLOCAÇÃO | Não seja ridículo!

É comum encontrar ex-colegas e amigos distantes buscando recolocação nos sites de relacionamentos como Facebook®, Twitter® e até em sites de recolocação e discussão sobre carreiras como o LinkedIn® e outros…


há-vagas

O que mais me intriga é o fato de que estes ‘conhecidos’ quando estavam empregados e muitos deles ‘bem empregados’ nunca se importaram em manter certo ‘network’ nestes meios e muito menos com seus ex-colegas e amigos distantes.

Percebo que este comportamento acaba sendo involuntário muitas vezes por razões da alta demanda de trabalho que costumamos encarar, e alguns desafios realmente nos distanciam deste mundo que na qual deveríamos valorizar durante todo o tempo e não só quando estamos da berlinda e vulneráveis.

Este comportamento que assisto me deixa por hora constrangido, pois por falta de informação estes executivos e diretivos chegam a lançar-se ao ridículo de forma que eu acabo ficando envergonhado por eles, pois conheço suas aptidões e capacidade de resiliência, as vezes, mais do que eles próprios. Sim acaba sendo constrangedor saber mesmo que ‘entrelinhas’ que tal desespero muitas vezes é resultado de uma falta de gestão pessoal de quando este indivíduo estava empregado e achando que nunca seria desligado acabou aventurando-se por despesas que agora não imagina como pagar cada uma delas sem emprego!

ATENÇÃO!
Busque recolocação com elegância! Com objetividade! Busque informações com o pessoal de RH, pois com eles é fácil de encontrar dicas de como buscar um novo emprego de forma discreta, sem alarde e com um melhor nível de assertividade! Não jogue fora as conquistas e sua reputação de sucesso andando de joelhos na internet implorando por um emprego que tenha carro da empresa porque você nunca se organizou!

Por mais que você nunca tenha passado por isso, acho importante que mantenha sua rede de amigos mais próxima de você, pode que ninguém te empregue ou indique você nestes momentos, mas seguramente serão solidários com você sendo o que muitas vezes você não é; AMIGO!

Como dizem por aí: #FICA A DICA.

Autor(a): Ozeias Rangel by www.twitter.com/ozeiasrangel

Rodrigo Luis Afonso
Rodrigo Luis Afonso
Já fui de tudo um pouco, mas atualmente prefiro ser apenas eu mesmo.

Deixe seu comentário abaixo: